Categorias
Cidades Destaques Teresina

Teresina cria lei que permite apadrinhar idosos durante finais de semana

Teresina agora tem um programa de apadrinhamento afetivo de idosos. Foi publicada em fevereiro, no Diário Oficial do Município, a Lei 5.495, que tem como objetivo acolher e amparar pessoas idosas junto a entidades assistenciais públicas ou privadas da capital piauiense.

Segundo o texto da lei, o programa vai permitir o acolhimento e apadrinhamento social de idosos nos finais de semana, feriados e demais datas comemorativas, assim como já acontece com crianças e adolescentes de abrigos.

A ideia é possibilitar a inserção e o convívio social dos idosos, viabilizando a convivência fora das instituições de amparo, além de conscientizar a população sobre a situação de abandono que as pessoas da terceira idade vivem por parte dos familiares.

Foto: arquivo / Cidadeverde.com

Como apadrinhar um idoso

Os interessados no apadrinhamento afetivo deverão comprovar que têm disponibilidade e recursos financeiros para proporcionar o acolhimento do idoso ou da idosa.

Para que seja possível retirar idosos do abrigo, o responsável legal ou familiar dos idosos deve autorizar o apadrinhamento.

A adesão ao programa é opcional e o programa garante que o convívio familiar, ainda que de forma parcial, será assegurado ao beneficiário, por meio de visitações em que serão promovidas a convivência comunitária, a assistência à saúde e a troca de experiências e valores éticos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.