O advogado André Lima Portela denunciou ao TCE que a atualização do Portal da Transparência do município está comprometida, pedindo providências da Corte de Contas.

“A última atualização no Portal de Transparência do referido município foi em dezembro de 2019, ou seja, há mais de 05 meses. Assim, desde já requer que os autos sejam enviados para o Ministério Público de Contas do Estado do Piauí para averiguar indícios do descumprimento da Lei de Acesso à Informação e a Lei de Responsabilidade Fiscal”, pontua.

Foi ele o responsável de suspender licitações milionárias no município de Barras  destinada a gêneros alimentícios, e que seria realizada na data de 11 de maio de 2020 (Pregão Eletrônico Presencial nº 010/2020)