Em Barras, o Rio Marataoan invadiu a cidade e já chegou à Rua Taumaturgo de Azevedo, a conhecida Rua Grande. Na entrada da zona urbana, região conhecida como Pesqueiro, o nível da água já está no mesmo nível da Ponte dos Trabalhadores, o que representa um risco, já que a sua estrutura é muito antiga. Moradores alardearam que ela está tremendo por conta da pressão da água.

Caso o volume do rio aumente, a estrutura pode não aguentar a pressão e Barras ficar isolada pela via PI 113. É inadiável que técnicos da engenharia avaliem se é a ponte deve ser interditada.

A Ponte dos Trabalhadores, construída em 1961 sobre o rio Marataoan tem 59 anos e não se tem notícia que passou por alguma vistoria. Uma parte da mureta de proteção está caída cerca de 5 anos. Já registrou rachaduras e segue sendo utilizada pela população. Medindo 96 metros de comprimento, a ponte dos trabalhadores, sobre o rio Marataoan,  foi iniciada e construída na administração do então governador Chagas Rodrigues, 61 a 65.
De acordo com boletim da CPRM, a tendência do rio é aumentar o volume e que se aproxime dos 6 metros de elevação. Veja!
“O Rio Marathaoan em Barras/PI apresentou uma tendência de elevação do nível devido a presença de acumulados de chuva na bacia nas ultimas 24 horas em 108 mm, onde o nível elevou-se 15 cm nas ultimas 24 horas. Na estação localizada em Barras foi registrada a cota de 5,69 m às 09:45 h de hoje, 25/03/2020, e com previsão de elevação do nível para a cota em torno de 5,71 m nas próximas 8 h, portanto 1,51m de lâmina de inundação”, diz o boletim.
VEJA IMAGENS DA CIDADE DISPONIBILIZADAS NAS REDES POR INTERNAUTAS!