O setor de investigação da Policia Civil da Delegacia de Luzilândia vem intensificando as investigações para desvendar o assassinato do esperantinense e ex-presidiário, Orlando Nunes, que residia no Bairro COHEBE, zona urbana de Esperantina.

Ele foi encontrado morto com vários tiros no final da tarde da última terça-feira (21/01), precisamente na estrada vicinal do povoado Bom Lugar, zona rural de Luzilândia.
O que chama a atenção neste polêmico caso é que a moto da vitima foi levada pelo criminoso ou criminosos.
A vítima com várias passagens pela policia, era tido como um homem bastante perigoso.
Veja outras matérias abaixo relacionada a esse caso:
Esperantinense que havia sido resgatado de dentro do HUT é preso novamente pela policia.

ENTENDA O CASO

De acordo com o Delegado Regional da 13ª Delegacia de Policia Civil do município, Leonardo Alexandre, o investigado foi preso em flagrante na cidade maranhense de Magalhães de Almeida no dia 09/05/17 juntamente com seu filho, Antonio Dinael Paiva Nunes (foto ao lado), pela prática de um crime de roubo de motocicleta.

Segundo o Delegado, durante a prisão, Orlando resistiu investindo contra os policiais maranhense de posse de uma faca. Já os militares maranhenses, em legítima defesa atingiram o suspeito com um disparo de arma de fogo, em uma das suas pernas.

Devido o seu estado de saúde, o preso foi transferido para o Hospital de Urgências de Teresina – HUT, onde foi resgatado no dia 17 desse mês, quando se recuperava de uma cirurgia.

Leonardo Alexandre relatou que Orlando, foi recapturado na casa de um de seus familiares no Bairro Coheb, na cidade de Esperantina.
O Delegado informou ainda que o preso teve a perna atingida amputada e que a transferência do mesmo para o estado do Maranhão, já está sendo providenciada.
Outra informação repassada pela autoridade policial foi a de que no dia da prisão da dupla a policia encontrou em poder dos mesmos algumas armas de fogo e outras brancas.

Jornalesp