A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) confirmou que a cidade de Barras ultrapassou os 500 casos de coronavírus e conta com 505 resultados positivados. Foram mais 17 registros em 24 horas. Apesar do grande número de casos a população sofre com a falta de medicamentos e de testes para detectar o vírus.

Ana Carolina Silva é uma das pessoas que teve que gastar R$ 136, 91 para comprar remédios. Veja a nota.

A jovem foi obrigada a comprar na farmácia porque falta medicamentos nos postos de saúde. Ana Carolina Silva tem uma mãe idosa, com Covid-19, e lamentou ter que comprar os medicamentos, quando sabe que é obrigação do município distribuir. Ela cobrou do secretário de Saúde Eduardo José.

Secretario, cadê os medicamentos para Covid nos postos de saúde? Hoje fui atrás para minha mãe idosa e não tem nenhum remédio. O médico passou Azitromicina, mas não tem nos postos e 1 caixa é cara”, reivindica a Ana.

Estes são os remédios comprados por Ana Carolina, que levanta uma questão: “Graças a Deus, podemos comprar e quem não pode? Descaso total. Uma vizinha também teve que comprar e também é idosa. Será que todos estão comprando os medicamentos? Os recursos vieram!”, cobra a barrense.

Ana Carolina está certa os recursos a que ela se refere vieram mesmo e ainda estão vindo.  São cerca de R$ 4 milhões e 585 mil, dividido em quatro parcelas. A primeira de  R$ 1 milhão e 146 mil já entrou nos cofres públicos.

O mais triste é que pessoas mais pobres não podem comprar medicamentos. Matéria divulgada no Jornal Nacional desta quinta-feira (25) alerta para o fato de que muitas pessoas estão morrendo por falta do medicamento, não é por causa da doença em si.

Moradora com sintomas não fez teste

A sub-notificação em Barras pode ser grande em Barras. A dona de casa Roseana Dias reclamou da falta de teste. Segundo ela, recusaram testá-la no posto de saúde mesmo apresentando sintomas. “Agora estou vendo porque os casos estão crescendo muito. Quando tem pessoa com sintomas vão ao posto não é feito o teste. Eu fui no posto de atendimento fazer e não fizeram”, diz indignada.

Ela acrescenta: “Só tenho uma coisa pra falar, quando acontecer o pior eu quero que venham na minha porta para fazer teste que eu estou esperando”, reclama Roseana.

Situação no Piauí

O Piauí confirmou 943 novos casos e 28 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. Os dados atualizados na noite desta quinta-feira (25) mostram ainda que as internações continuam a crescer, com mais de 70% das vagas de UTI destinadas a tratamento do coronavírus ocupadas.

Da Região de Barras, Campo Maior é a cidade que tem mas casos (622).  Em Cabeceiras, o número vem aumentando e a cidade já conta com 15 casos. Esperantina tem 350. Batalha 126. José de Freitas tem 27. Miguel Alves tem 185. Nossa Senhora dos Remédios 73. Porto já conta com 21 contaminados e Piripiri com 282. Miguel Alves está com 185 pacientes.

NOTÍCIA RELACIONADA

Barras recebe da União a primeira parcela da ajuda emergencial: mais de 1 milhão