Casos de coronavírus explodem em Barras. Após 24 dia de aparecimento do primeiro caso, em 27 de abril, o município subiu para 43 casos. Uma pessoa está na UTI. Uma pessoa já morreu. A maior faixa etária de contaminação é de pessoas jovens entre 20 e 39 anos.

Quando se compara Barras com Miguel Alves, percebe-se que as ações em Miguel Alves são mais efetivas porque a prefeitura conseguiu controlar os casos com mai eficiência do que Barras. Em  29 de abril Miguel Alves tinha 12 casos confirmados. Barras tinha 3.  Atualmente Barras tem 43 confirmados e 6 curados e Miguel Alves 37 confirmados e 22 curados.

Instalação de tendas, cadeiras e torres padronizadas para disponibilização de álcool em gel em Miguel Alves

A população vem se manifestando de forma negativa com relação a ação da Prefeitura de Barras quando se trata da epidemia. Atualmente, o boletim consta que 133 casos foram descartados, mas pacientes que negativaram relataram para nossa reportagem que, após receberem o resultado negativo, a secretaria de Saúde não voltou a procurá-los depois para saber como estão.

“A gente sabe que há muito falso negativo. Se a pessoa procura o hospital reclamando de sintomas, acho importante que haja esse acompanhamento e que o exame seja feito novamente caso necessário, mas isso não é feito aqui”, disse uma pessoa que não quis ter a identidade revelada.

Mas no plano de ação consta que “Os serviços de saúde serão fortalecidos para a detecção, notificação, investigação e monitoramento de prováveis casos suspeitos para infecção humana pelo novo coronavírus”

A falta de monitoramento das pessoas que estão contaminadas também é grande queixa da população, que reclama de pacientes contaminados que não estão fazendo isolamento social. Veja depoimentos extraídos das redes sociais:

“A secretaria deveria dispor de um DISK DENUNCIA , quem visse alguém que testou positivo fora de casa ..ligar e fazer a denúncia”.

“Eu acho assim, se eu tenho certeza que estou infectada com algum tipo de doença contagiosa, e sei que estou pondo a vida de outras pessoas em risco, e faço isso sem o menor constrangimento, sem no mínimo ter peso consciência, estou agindo com total irresponsabilidade, portanto, tem que haver um tipo de punição e acompanhamento por partes de orgãos competentes”.

“Queremos saber pq q as pessoas q estão cm casos confirmados estão indo se curar em casa se o certo e fica no hospital, tem gente ai que ta infectado e esta andando por ai como se nada tivesse acontecendo.se isso continuar aqui em Barras vai perder o controle de infectados”.

Mercado de Barras durante pandemia

BARREIRAS SANITÁRIAS

As barreiras sanitárias são outra reclamação recorrente da população.

“Será formado (sic) três barreiras sanitárias nas entradas da cidade com o objetivo de
disseminar informações quanto medidas de prevenção, orientação da população, vistoria
de ônibus oriundo de áreas de risco de transmissão da doença”, diz  o plano da prefeitura.

“Eu queria ver era vocês publicarem que o prefeito vai fazer Barreiras sanitárias, vai fiscalizar, vai tomar atitudes rígidas, tá demais viu!!!!!”, reclama moradora de Barras na página oficial da Prefeitura.

“Enquanto o MUNICIPIO, não tomar uma posição mais rígida, a população está correndo grandes riscos, faltam barreiras sanitárias e muitas outras ações . Gostaria que esse meio de comunicação fizesse uma live com familiares de pessoas que foram contaminadas pelo vírus para os mesmos falarem como está sendo o acompanhamento destas pessoas por parte do poder público. Estão tendo acompanhamento psicológico? O PSF está monitorando se estão cumprindo o isolamento?”, questiona a leitora Maria Osmalia Moura Moura.