A Prefeitura de Esperantina reuniu médicos, enfermeiros e dentistas, no pátio da Ação Social Esperantinense (Asesp), nesta quarta-feira (27), para alinhar o protocolo de atendimento do Centro de Triagem para suspeitos de covid-19. A partir da próxima segunda-feira (1º), o centro funcionará onde atualmente é a Clínica Municipal de Fisioterapia.

A estrutura será montada com a finalidade de garantir que pessoas com sintomas leves, similares aos provocados pelo novo coronavírus, como coriza, febre e tosse, sejam atendidas com mais agilidade e sem entrada no ambiente hospitalar, destinado ao atendimento de casos graves da doença.

  • Foto: Divulgação/Ascom

    ReuniãoReunião

De acordo com a secretária de Saúde, Elizângela Amorim, até então o paciente que apresenta sintomas de Ccovid-19 procurava uma unidade da rede primária de saúde, como uma UBS (Unidade Básica de Saúde), para atendimento inicial. A partir de segunda, todo primeiro atendimento passará a acontecer no Centro de Triagem e somente depois será feito o encaminhamento devido.

“O centro de triagem fará um atendimento voltado às pessoas com suspeita de Covid-19. Será uma estrutura temporária que deve contribuir para organizar e atender a demanda com mais agilidade e segurança. É mais uma ação da Prefeitura de Esperantina para ampliar a rede de saúde durante a pandemia”, explicou.

O encontro com os profissionais de saúde serviu ainda para definir o protocolo de atendimento e o fluxo de acordo com as instruções do Ministério da Saúde. “Caso o profissional de saúde não identifique quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), o paciente será orientado pelos profissionais da UBS de referência quanto à necessidade de permanecer em isolamento domiciliar até o final dos sintomas”, esclareceu Elizângela Amorim.