Morreu vítima de Covid-19 neste sábado (20) Valmir De Barros Torres. Ele trabalhava na Funai inicialmente como técnico em Indigenista e depois passou a ser Sertanista.

Valmir era barrense e morava a cerca de 40 anos no estado do Amazonas, onde a epidemia provocada pelo coronavírus atinge nível alarmante, principalmente entre os indígenas.

No Facebook, amigos fizeram homenagens!

“Fez a passagem hoje o sertanista Valmir De Barros Torres, com quem muito aprendi quando cheguei à Funai, em 1986. Foi mais uma vítima da COVID no Amazonas. Meus sentimentos à família, desejando que eles e os meus amigos do Amazonas tenham saúde”, disse Jorge Luiz de Paula

O professor Monte Filho também homenageou o conterrâneo: