O que seria o a realização do sonho de Natal se transformou em pesadelo para cerca de 50 crianças especiais de Barras e seus acompanhantes. Eles que saíram da sua cidade para ver  decoração, as luzes, o papai Noel, no último sábado (14), foram encaminhados a um saguão sem ar-condicionado, onde ficaram até a hora de voltar. Além de não ter  climatização, o local não tinha cadeira e nenhum tipo de equipamento digno para a acomodação dos visitantes.

Crianças sentadas no chão se alimentando, chorando, com calor e pais e acompanhantes indignados. Esse era o cenário do que seria um dia de sonho.

“As crianças ficaram sem água e os pais não tiveram acesso à Praça de Alimentação, local onde a gente queria ficar para fazer a confraternização! Eu ainda desci no elevador e fui no Hiper com o meu filho estressado e chorando, decepcionado com a visita”, contou a mãe Mary Sousa ao longah.

Na saída, os seguranças do shopping encaminharam o grupo pelo elevador até próximo ao estacionamento.

“Para mim, foi desumano e humilhante! As crianças mereciam mais dignidade”, conta chorando Manusa Leitão, mãe da Paulinha que tem Síndrome de Crush.

Amanda Paz, coordenadora da ONG Mundo Colorido, explica que foi feito contato com o shopping, um mês antes da visita. “Nós tivemos o cuidado de comunicar ao shopping da nossa visita. A nossa intenção era ter nosso acesso facilitado porque iríamos levar lanche de fora para a praça de alimentação. Foi um dia muito triste”, lamentou.

O print mostra o primeiro contato feito pela ONG com o Teresina Shopping. feito pelo instagram. Depois disso, a conversa continuou pelo whatsapp quando uma pessoa chamada Robson combinou a autorização da entrada dos ônibus da empresa General no estacionamento.

Amanda disse ainda que não é a primeira vez que levam crianças a shoppings. No Dia das Crianças, estiveram em outro shopping de Teresina e foi uma experiência feliz! “Nunca esperamos que isso acontecesse! É uma experiência difícil de esquecer”.

 

O longah entrou em contato com Ivana Machado, que faz assessoria de imprensa do Teresina Shopping e aguarda posicionamento.

Veja mais depoimento!