O desembargador Haroldo Oliveira Rehem revogou nesta sexta-feira (25) a liminar concedida ao ex-prefeito Manim Rego em Plantão Judiciário. O desembargador alega que este pedido de mandado se segurança é idêntico a outro já requerido e negado a Manim Rego.

Acompanhe o que diz o documento!

“O novo ajuizamento de mandado de segurança pelo impetrante, tendo plena ciência
de suas impetrações anteriores como idênticas, evidencia seu intuito de ampliar as
suas possibilidades de obtenção de provimento liminar que lhe assegurasse sua
possível candidatura nas próximas eleições … “

E completa, em linguagem jurídica, que as alegações são idênticas. Por isso, o desembargador decidiu extinguir este último pedido sem resolução de mérito, pois a resposta já havia sido dada anteriormente. A decisão que desfavorece Manim Rego já havia sido tomada.

O ex-prefeito pedia que a justiça suspendesse os efeitos das rejeições de suas contas que foram desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado, nos exercícios de 2008, 2009 e 2010, e pala Câmara de Vereadores do Município de Barras – PI.