Operários da Construtora Hidros deram início os serviços de recuperação da barragem do Bezerro, no Município de José de Freitas, no Piauí, que ameaçou rompimento no dia 8 de abril de 2018. Os operários iniciaram a recuperação pelo paredão, onde eles de forma manual estão retirando todas as árvores que estão sobre o paredão. O valor destinado para investimento na barragem do Bezerro é de R$ 16.088.099.46.

De acordo com informações repassadas por um assessor da Construtora Hidros, estão sendo retiradas todas as árvores que estão sobre o paredão da barragem, porque as raízes dessas árvores prejudicam o paredão, causando infiltrações, o que poderia levar, inclusive, ao rompimento da barragem. Cerca de 20 operários estão realizando o trabalho.

o.

Operários retirando as árvores do paredão da barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

Os recursos para a recuperação da barragem do Bezerro, que é um dos melhores pontos turísticos do Piauí foram destinados pelo Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, que destinou mais de R$ 15 milhões e teve uma contrapartida do Governo do Piauí, sendo que o valor total para recuperar a barragem é de R$ 16.088.099,46. Barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

A barragem do Bezerro foi inaugurada em 1993. Um dos mentores dessa grande obra foi o geólogo José Iran Paiva Felinto, que hoje é o atual secretário de Agricultura e Desenvolvimento Econômico de José de Freitas-PI, e que na época, era diretor da Companhia de Desenvolvimento do Piauí (Comdepi), na gestão do Governo Freitas Neto. A barragem do Bezerro fica a 3 km do Centro da cidade de José de Freitas.

Geólogo José Iran Paiva Felinto, um dos idealizadores da barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

Barragem do Bezerro, em José de Freitas-PI.

A barragem do Bezerro tem 10 milhões de metros cúbicos de água em 1.400 metros de comprimento que fazem a alegria dos turistas piauienses. A barragem é perene e é drenada por alguns cursos d’água, como o riacho Raiz, ou do Bezerro, deu o nome a referida barragem, que atrai um grande número de turistas.Veja como ficava a barragem do Bezerro antes da pandemia do coronavírus.

A barragem do Bezerro ameaçou rompimento no dia 8 de abril de 2018 e somente agora está sendo iniciada a sua recuperação. Na época, Governos Estadual, Federal e Municipal, se uniram para retirar várias famílias que moram nas suas imediações porque elas estavam correndo riscos caso a barragem viesse a romper.

Máquinas aumentaram o sangradouro para a barragem não romper em abril de 2018.

Operários da Construtora Hidros iniciaram a recuperação da barragem do Bezerro.

Fonte: Saraiva Repórter