Cerca de seis pessoas que vinham de São Paulo para Boa Hora foram resgatadas nesta terça-feira (7) em posto fiscal da cidade de Campo Maior. Elas vinham em um ônibus clandestino com destino a Campo Maior quando o ônibus foi interceptado pelas autoridade policiais.

Um dessas pessoas, identificada como Davi, terminou sendo preso porque  portava uma arma branca junto aos seus pertences. Ele foi levado para a delegacia de Campo Maior, mas após sair demonstrou a intenção de voltar para casa, na cidade de Boa Hora.

O sargento F. Sousa esteve com equipe de controle de endemias na barreira policial com a intenção de identificar os passageiros e fazerem os procedimentos de rotina recomendados por decretos federais, estaduais e municipal.

Na realidade, não é intenção de nenhum município impedir que os conterrâneos voltem para casa, mas é necessário que sejam identificados e monitorados.

Davi disse ao sargento F. Sousa na central de flagrantes de Campo Maior que voltou de São Paulo porque as pessoas com quem ele morava estavam infectadas com o coronavírus. Mas que ele não tinha se contaminado.

O ônibus que os passageiros andavam terminou fugindo da polícia, que o perseguiu e conseguiu apreendê-lo.

Em Boa Hora, Polícia luta para manter isolamento total da população. O último boletim indicava que a cidade tinha 01 caso suspeito e 01 caso descartado.