O prefeito de Campo Largo do Piauí, Rômulo Aécio, firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Estado e se comprometeu em anular o concurso público, cujas provas foram realizadas em outubro de 2019 pela empresa Crescer Consultoria LTDA.

O TAC foi publicado no Diário Oficial do Ministério Público de 23 de julho. O MP argumentou que a Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DECCOR) encaminhou à Promotoria de Justiça ofício narrando que, durante a “Operação Dom Casmurro”, deflagrada em novembro de 2019, foram encontrados documentos demonstrando fortes indícios de que o concurso promovido pela empresa Crescer Consultorias no município de Campo Largo do Piauí pode ter sido fraudado, merecendo ser anulado.