O prefeito de Barras, Carlos Monte, acertou na reunião da Comissão de Estudos Territoriais (Cete), a realização de uma audiência com os representantes dos municípios de Nossa Senhora dos Remédios, Miguel Alves e a localidade Boa Água para solucionar a situação do limite territorial da região.

Depois desse encontro, sairá um acordo para a assinatura dos novos limites na Comissão. O município de Barras, atualmente, tem 46 mil habitantes. Na localidade Boa Água residem 50 famílias, e fica situada há 40 quilômetros da cidade de Barras, mas precisa definir a que cidade pertence.

Também participou da reunião o advogado Nilson Vieira Barros Filho, representante do prefeito Miguel Borges de Oliveira Júnior. Barras tem questões com os municípios de Miguel Alves e Esperantina.

Assinaram o acordo com os novos limites de divisão territorial o prefeito de Joaquim Pires, Genival Bezerra da Silva. Ele confirmou que Joaquim Pires tem questões com Morro do Chapéu, Caxingó e Murici dos Portelas.

Enquanto Miguel Alves tem problemas com as cidades de Barras, Nossa Senhora dos Remédios, Porto e outras localidades.

Assinaram o acordo com os novos limites de divisão territorial a prefeita de Esperantina, Vilma Amorim. Ela confirmou que houve acordo com os representantes dos municípios de Joaquim Pires, Barras, Campo Largo e São João do Arraial.

Para os prefeitos é interessante que se amplie os limites territoriais e, com eles, o número da população, tendo em vista que quanto maior a população, maior o valor do FPM.