Nos primeiros meses após a eleição, antes mesmo do início oficial do mandato, os novos gestores devem organizar a equipe e o programa de metas da sua administração. Nesse momento, inicia-se o processo de transição entre os dois governos. Em Barras, o processo de transição já teve início. Nesse momento, uma são organizadas duas equipes: a da gestão que sai e a da gestão que entra.

A gestão recém-eleita, do prefeito Edilson capote, vai ter conhecimento sobre os projetos em andamento, para que seja dada continuidade a estes, sem gerar prejuízos para a administração pública. O período de transição vai da proclamação do resultado das urnas até a data de posse do eleito.

Uma informação importante que já foi disponibilizada é que a gestão do prefeito Carlos Monte vai entregar a prefeitura com registro no CAUC. Ou seja, por estar endividada não pode receber recursos federais. O Cauc é um serviço similar ao Serasa, mas voltado para as administrações públicas.

O atual prefeito dizia em seu discurso durante a eleição que havia saneado as dívidas e organizado as finanças. O registro no CAUC contradiz o discurso.

Participam da equipe da gestão que entra, o odontólogo Antônio Carlos, Assistente Social Reginaldo Pessoa; professores Ananias Filho, Ramon Vieira e Francisco Luís.

Conforme Antonio Carlos, as reuniões vão acontecer por setores da administração como a Educação, saúde, Assistência Social, Administração, setor pessoal.