CABECEIRAS/ Após tocar fogo na moto da ex, criminoso reage à prisão e foge

O acusado nunca se conformou com a separação. Ele já ameaçou a ex de morte e não esconde de ninguém o desejo de matá-la. 

A companhia de Polícia Militar de Cabeceiras do Piauí anda em busca de um perigoso criminoso chamado Vanderli, conhecido com Vaqueirinho. Ele é acusado de, na madrugada deste domingo (22), atear fogo na moto Honda Pop da ex-companheira identificada apenas como Lauriane.

O longah apurou que Lauriane, apesar de ter uma medida protetiva para evitar a aproximação do ex, foi importunada por ele em uma festa no Povoado Lisboa, zona rural de Cabeceiras. Ela contou à polícia que Vaqueirinho a rondava de forma insistente, chegando a derramar cerveja em seu cabelo.

“Quando a Lauriane decidiu ir embora percebeu que a sua moto não estava no local que deixou estacionada. Ela procurou a Polícia Militar ainda de madrugada para informar o sumiço da moto, mas pela manhã ela e uma amiga encontraram o veículo, mas estava todo queimado. No momento que encontraram a moto, as duas ouviram alguém se aproximar, se esconderam e viram quando Vanderli se aproximou, confirmando assim que ele roubou a moto e em seguida ateou fogo”, conta ao longah o Sargento Luís Carlos, comandante da companhia de Polícia Militar de Cabeceiras do Piauí.

Moto da ex-companheira é queimada por vingança

Ao ser informado que, após o crime, o acusado continuava em casa, o sargento Luís Carlos e o soldado Leonardo se deslocaram até o local e deram voz de prisão, mas Vaqueirinho resistiu e conseguiu fugir. O sargento fez disparo de advertência, mesmo assim o criminoso continuou fugindo. Quando perseguia o fugitivo, o policial Luís Carlos caiu e machucou o pé. Ele teve que se dirigir ao Hospital  Regional Leônidas Melo, em Barras, para tratar do ferimento.

VOU MATÁ-LA!

Vaqueirinho nunca se conformou com a separação, conforme conta o sargento Luís Carlos, ele já ameaçou Lauriene de morte e não esconde de ninguém o desejo de matá-la.  “É um indivíduo muito perigoso, acusado de vários crimes”, frisa o Policial.

Lauriene esteve em Teresina na Delegacia da Mulher pedindo proteção temendo que seja assassinada. Agora ele está foragido e a vida dela está em risco.corre risco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here