Secretaria de Saúde investiga 40 casos de malária no Norte do Piauí

A Secretaria de Saúde do Piauí investiga quarenta casos suspeitos de malária no município de Joca Marques, distante 254 km de Teresina.

Florentino Neto (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

O secretário de Saúde Florentino Neto designou uma força-tarefa para averiguar a possibilidade de um surto da doença no município e determinou a adoção de providências imediatas para tranquilizar a população. “Estamos desenvolvendo uma série de ações investigativas e preventivas para evitarmos novos casos”, disse.

A malária é causada por protozoários transmitidos pela fêmea infectada do Anopheles. Por isso, a principal forma de transmissão é a picada do mosquito. É importante dizer que a doença não é contagiosa e uma pessoa doente não é capaz de transmitir a malária diretamente para outra.

A malária é causada por protozoários transmitidos pela fêmea infectada do mosquito Anopheles (Foto: reprodução internet)

Técnicos da Secretaria Estadual de Saúde com apoio da Secretaria de Saúde de Joca Marques vão realizar a pulverização (fumacê) de inseticida no município para combater e prevenir a presença do mosquito causador da doença. Os veículos equipados com borrifadores percorrerão regiões urbanas e rurais. A ação é válida também contra outras zoonoses a exemplo da dengue.

Sintomas

Quem apresentar os sintomas – que são febre alta, dor de cabeça,  tremedeira e calafrios – devem procurar uma unidade de saúde. A malária tem tratamento gratuito ofertado em toda rede de saúde. Em caso de confirmação, o paciente deve seguir de forma correta o uso do medicamento para que não piore da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here