Acusado de duplo homicídio em Barras no carnaval é morto em Caxias

Francisco José da Silva Oliveira, 30 anos, mais conhecido como Canário, foi morto na madrugada deste domingo (29) em Caxias, no Maranhão. Ele era acusado de matar dois irmãos durante o carnaval, no município de Barras, a 119 km ao norte de Teresina. Procurado pela polícia por vários crimes, Canário teria sido morto por um comparsa.

O crime aconteceu por volta das 4h da madrugada em uma residência na Rua Aluizio Lobo, bairro São Francisco em Caxias. Uma mulher que também estava na casa foi atingida no joelho pelos disparos e levada ao hospital.

“Ele alugou uma casa com mais uma pessoa e ontem à noite tiveram uma discussão. Também estava no local uma mulher, provavelmente companheira do Canário”, disse o delegado Willame Moraes

As mortes em Barras aconteceram no sábado de carnaval. O crime chocou o município. Canário teria atirado em três irmãos, matando dois e deixando ainda uma criança e um idoso ferido na  vila Padre Mário.

Na época, o deputado federal capitão Fábio Abreu foi até Barras acompanhar o caso. As mortes teriam ocorrido após uma briga, mas a polícia acredita em latrocínio, já que o irmão de uma das vítimas estava com dinheiro.

Canário já havia sido condenado a 60 anos de prisão e era foragido da penitenciária Major César, em Teresina. O delegado Willame informou que já tinha mandado de prisão pelo crime ocorrido em Barras.

Ainda de acordo com o delegado, o corpo só será transferido para Teresina após a conclusão dos trabalhos da perícia.

Cidadeverde.comcanario

DEIXE UMA RESPOSTA