Aniversário de Barras! Cordel de Jhonnes Sousa fala de belezas, mas também de violência e corrupção

Ó cidade querida
Autoria: Jhonnes Sousa

I
Barras, terra majestosa
De passado encantador
De feitos tão heróicos
De beleza e de esplendor
Nesta data tão festiva
Ressaltarei teu valor.

II
Barras, cidade querida
Em cada canto uma história
Nasceu de um povoado
Se não me falta a memória
Declaro aqui meu amor
Com essa dedicatória.

III
Abraçada pelos rios
De exuberante beleza
Paisagens fascinantes
De magnífica riqueza
É o cartão postal
Da nossa bela natureza.

IV
Lugar do tal babaçu
E da bela carnaúbeira
Das palhas esverdeadas
Dessa cidade guerreira
Surgem à bela riqueza
Barras, linda por inteira.

V
Lugar de amor e fé
Cada um com sua crença
Com respeito ao próximo
Ninguém terá desavença
E aqueles que não tem fé
Desculpa, peço licença.

VI
Cidade de várias cultura
Repleta de festival
São João e o festejo
Outro deles, o carnaval
Que é muito famoso
Para animar o pessoal.

VII
Só lamento tantos crimes
Que estão acontecendo
Assaltos à mão armada
E à população sofrendo
Enquanto, a corrupção
Dia a dia está crescendo.

VIII
Este lugar bonito
Por turista visitado
Vindo de todo canto
Chegando de todo lado
Para ver as atrações
Seja de qualquer agrado.

IX
Tem a “Academia de Letras”
Um relíquia municipal
Incentivava os barrenses
Ao bom ato escritural
Fonte de muita pesquisa
Patrimônio cultural.

X
O “Rio Marataoan”
Merece também admiração
Temos a Igreja da Matriz
Lugar de reza e oração
Onde o católico barrense
Mostra sua devoção.

XI
O “Sítio do Tamboril”
Merece ser recordado
Pois aqui nesse chão
Às vezes pouco estudando
O homem pré-histórico
Também deixou legado.

XII
Outra ponto fonte
E importante de explanar
É as bebidas típicas
Que agrada o paladar
Da cajuína e da cachaça
Barras é um exemplar.

XIII
Essa é minha cidade
Terra de toda magia
Berço da minha infância
Dona da minha alegria
Sempre será lembrada
A cidade da poesia.

XIV
178 anos de cidade
De cultura e tradição
De acochego, felicidade
De fé e religião
Onde o povo barrense
Celebra com emoção.

XV
Assim, portanto, termino
Com altivez e prazer
Certo de contribuir
Na forma do proceder
Ó cidade querida
Resta-me agora agradecer

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here