Apelação do ex-prefeito Ronaldo Lages está parada no TJ

Está sem movimentação, há mais de um ano, no Gabinete do desembargador Edvaldo Pereira de Moura, do Tribunal de Justiça do Piauí, a apelação criminal interposta pelo policial civil e ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios, Ronaldo César Lages Castelo Branco, condenado pela Justiça por ter matado culposamente no trânsito a biomédica Joysa Ribeiro Barros e lesionado Francisco Richard de Moura Morais, no dia 25 de maio de 2013.

A última movimentação do processo ocorreu em 09 de junho de 2016.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, Ronaldo Lages conduzia a caminhoneta VW/Amarok pela Rua Angélica, no sentido sul-norte, em excesso de velocidade, quando desrespeitou a placa de sinalização de parada obrigatória e colidiu com o automóvel GM/Agile dirigido pelo namorado de Joysa, Francisco Richard de Moura Morais. Em decorrência das lesões a biomédica veio a óbito e Richard foi lesionado. Ronaldo Lages evadiu-se do local sem prestar socorro às vítimas.

A condenação – O juiz condenou Ronaldo Lages a 2 (dois) anos e 6(seis) meses de detenção por infração ao art.302, caput, da Lei 9.503/97, determinou o cumprimento da pena em regime aberto e converteu a pena privativa de liberdade em 2(duas) penas restritivas de direitos: prestação de serviços à comunidade e restrições de finais de semana.

DEIXE UMA RESPOSTA