Aprovado o Plano Municipal de Saneamento Básico do município de Boa Hora

Em audiência pública realizada com representantes políticos e a sociedade civil organizada na manhã desta segunda-feira (04/12) na câmara municipal de Boa Hora, foi discutido, votado e aprovado o Plano Municipal de Saneamento Básico do Município.

Desde 2016 uma equipe de técnicos da FUNASA e da FACEID em parceria com a Fundação Escola e Sociologia de Políticas de São Paulo (FESPSP), percorreram todo o município de Boa Hora, (zona rural e urbana) para fazer um mapeamento e elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico, PMSB que inclui; Sistema de Abastecimento de Água (SAA), Sistema de Esgotamento Sanitário (SEE), Sistema de Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos, Sistema de Drenagem e Manejo de Águas Pluviais Urbanas.
Em audiência pública realizada com representantes políticos e a sociedade civil organizada na manhã desta segunda-feira (04/12) na câmara municipal de Boa Hora, foi discutido, votado e aprovado o Plano Municipal de Saneamento Básico do Município.
O prefeito Francieudo Canuto esteve presente na conferência e destacou a responsabilidade e satisfação de ter pela frente do seu governo a meta de efetivação do PMSB, “todos os boahorenses estão de parabéns por esse belíssimo plano de saneamento que está sendo construído para nossa cidade, eu como gestor, lutarei incansavelmente durante minha gestão, pedindo apoio aos deputados, senadores, governador e presidente para efetivação desse  projeto que beneficiará todos os cidadão de nossa cidade” comentou o prefeito municipal de Boa Hora Francieudo.
O secretário de administração e membro do comitê do plano de saneamento básico, Gilson Lopes, relatou que vem acompanhando desde o inicio a construção do projeto, “sempre estivemos muito empenhados para construção desse plano que trata de saúde pública e melhoria de vida da população” disse o secretário.
A audiência contou com a participação de membros da sociedade civil organizada, agentes comunitários de saúde, professores, estudantes,  enfermeiros, advogados que aprovaram o PMSB.
Os vereadores Epitácio, Dr. Cantuária, Adelino, Frank Ribeiro, Tiago Soares, Conceição do Sindicato, Antonio Carlos e Vitamina participaram da audiência e se mostraram favorável a aprovação do plano, que vai seguir para aprovação do legislativo municipal.
O engenheiro técnico Afonso Luís Silva explanou detalhadamente todas as partes do Plano de Saneamento Básico de Boa Hora e apontou várias deficiências no sistema de abastecimento de água atual do município, como um alto índice de perdas no sistema de distribuição de água e capacidade de armazenamento inferior ao necessário para o atendimento de toda apopulação, assim como a falta de planejamento na perfuração dos poços.

Como proposta do plano municipal de saneamento aprovado, deverá ser implantada uma infraestrutura com capacidade adequada à faixa populacional de cada localidade.

Com relação à coleta de lixo, o no PMSB prevê tratamento de resíduos sólidos produzidos pela população.
Quanto ao sistema de esgotamento sanitário do município de Boa Hora, o PMSB prevê a implantação de um sistema de esgotamento sanitário composto por ligação predial, rede coletora, coletor tronco, estação elevatória e estação de tratamento de esgoto adequada à realidade local no perímetro urbano.
Na zona rural, em localidades com menos de 150 habitantes ou que a população se encontre muito dispersa sugere-se a implantação de solução unidomiciliar composta de fossa séptica e sistema de disposição no solo.
Em relação à adequação do sistema de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, o PMSB apresenta como proposta a construção de um Posto de Coleta para Áreas Rurais, um ECOPONTO para recebimento de resíduos (entulhos e objetos inservíveis) e a construção de um aterro sanitário para enterramento dos resíduos em local adequado.
Para o sistema de drenagem, o estudo de prognóstico prevê a implantação de estruturas de drenagem em toda a área urbana do município em função do seu crescimento.

DEIXE UMA RESPOSTA