Centro de Reabilitação de Barras atende mais de 700 pessoas por mês

O Centro de Reabilitação Manoel Ferreira do Núcleo de Apoio à Saúde Familiar, NASF da Prefeitura de Barras, depois de um longo período praticamente desativado, atualmente tornou-se um local de excelência na prestação de serviços de saúde pra população.

No local, são atendidas 192 pessoas por semana e mais de 700 pessoas por mês. A maioria desses atendimentos estão voltados para reabilitação de acidentados de motocicletas. A fila de espera atualmente é de 3 a 4 pacientes.

O Centro tem como coordenadora a educadora física Luiza Rodrigues Filha, que durante uma entrevista comentou a situação em que recebeu o local. De acordo com Luiza, o Centro não tinha uma estrutura física apropriada e a fila de espera por uma atendimento era muito grande.

“Fora a própria estrutura física, que estava bem debilitada, nós tínhamos também uma fila de espera para atendimento de fisioterapia, de mais de 50 pessoas. Quando recebemos o Centro anterior, fora o material que estava pouco, as macas estavam bem rasgadas, as salas eram pequenas pras macas, os profissionais não eram suficientes, a quantidade de aparelho e por conta da falta de estrutura, não tinha como prestar um atendimento de qualidade aos pacientes”, disse.

O Centro passou por uma reforma estrutural completa e aumentou o quadro de profissionais, que atende desde crianças a idosos. “Começamos com a estrutura física, nós mudamos da sede anterior pra um local novo, com mais salas amplas, aumentamos o numero de macas pra atendimento de fisioterapia, aumentamos o número de salas e adquirimos uma sala de estimulação precoce pras crianças com síndrome de down e microcefalia, em convenho com o CI”, explicou.

Segundo a coordenadora a demanda maior de atendimentos é de acidentados de motocicletas. O Centro conta com um grupo de multiprofissionais para tratar os diversos traumas, entre eles, sete fisioterapeutas (o local recebe o apoio dos fisioterapeutas do NASF, que atendem as unidades básicas de saúde fazendo as visitas domiciliares), psicólogos, nutricionistas, assistente social, educadores físicos, psicopedagogo fonoaudióloga.

Atendimentos

Todos os atendimentos realizados no local são feitos através de encaminhamentos. A coordenadora solicita que todas as pessoas que precisam de atendimento procurem uma Unidade Básica de Saúde e solicite o encaminhamento.

No local também é realizado atendimento a crianças, pois de acordo com a coordenadora muitas crianças estão com problemas psicológicos atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here