Crise de abastecimento de água em Barras exige medidas urgentes

Barras esta passando por uma séria crise de abastecimento de água. A situação que veio se agravando durante os anos chegou a um momento crítico, em que todo dia ve, faltando água. Em alguns locais quando retorna, vem com nível alto de turbidez e deixa o usuário temeroso em consumir. O comércio está lucrando com a venda de água mineral.

Nesta terça-feira (12), o servidor da Agespisa Genival Sales assumiu, interinamente,  o cargo de presidente da empresa em substituição a Emanuel Bonfim, que permaneceu no cargo por seis meses e 27 dias. Ele foi gerente regional de Piripiri, onde teve o comando dos escritórios de 32 cidades da região, cuja experiência o levou mais tarde a assumir a Superintendência Norte da Agespisa. Espera-se que, por ser de Piripiri, seja mais sensível aos problemas da região.

O prefeito Carlos Monte em diversas ocasiões vem cobrando uma solução para o problema de abastecimento de Barras, que é histórico, pois as administrações que se sucederam não conseguiram solucionar o problema, até porque o Estado é o gestor do órgão responsável pela garantia de água de qualidade.

Contudo, o governador Wellington Dias já anunciou que o Estado está trabalhando em uma Parceria Público Privada (PPP) para gerir o sistema de saneamento no interior do Piauí. Para o governador, as PPPs são alternativas para melhorar obras públicas com recursos privados, no entanto, mantendo o serviço público. Essa experiência já foi implantada em Teresina.

Quando retorna, água apresenta turbidez

Em Barras, a ampliação da rede de abastecimento já foi anunciada, mas até agora nada foi iniciado. O governo do Estado divulgou que o Instituto de Águas e Esgotos do Piauí vai executar obras de ampliação no sistema de abastecimento de água do município, que terá ampliação do sistema de tratamento de água através de uma nova Estação de Tratamento (ETA), com capacidade para tratar 60 litros por segundo, além da reestruturação da ETA já existente.

Foi anunciada ainda a construção de uma adutora e um reservatório com capacidade de armazenamento de 200m³ de água. Cerca de 44 mil pessoas serão beneficiadas com as melhorias, que é o número da população. Entretanto, até agora a obra não iniciou e a população sofre com o desabastecimento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA