Curto Circuito em transformador deixa casas de Barras sem energia

Pontos da região do Pipoca e Bairro de Fátima em Barras teve o fornecimento de energia suspenso devido a um curto circuito em um transformador. O poste que apresentou problema e terminou em chamas fica na entrada da cidade de Barras, na Rua Dr. José Fortes Castelo Branco, em frente à Academia Bioforma.

A população temeu que uma explosão acontecesse no transformador, mas não ocorreu. Na verdade, a privatização da Eletrobras até agora não trouxe nenhum benefício para a população de Barras. São recorrentes os casos de fios que se rompem e ficam caídos, colocando a vida da população em risco. Muitas vezes, o atendimento não consegue ser feito imediatamente sendo adiado para o dia seguinte, o que aumenta o risco.

A Cepisa foi a primeira das seis distribuidoras da Eletrobras a ser leiloada, em junho do ano passado. A Equatorial assumiu efetivamente a gestão da empresa em outubro, quando declarou que “um dos grandes objetivos nesses primeiros anos é tornar a empresa economicamente viável, combatendo a inadimplência, reduzindo as perdas de energia, o famoso ‘gato’, além de planejar e executar medidas necessárias no processo de gestão”. Na ocasião, informou que a distribuidora passaria por um processo de transição natural. Em 10 de dezembro, a distribuidora lançou um Programa de Demissão Voluntária (PDV) e uma briga judicial foi travada.

Essas medidas mostram que a preocupação da empresa está em aumentar o lucro, o que a população precisa com mais urgência é de uma renovação em todos os cabos de distribuição de energia, que são muito antigos e que vira e mexe se rompem.

Até o final da redação da matéria, às 22:17 de 13/03, a Cepisa ainda não tinha resolvido o problema e o transformador continuava em chamas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here