De João Claudino a Whindersson Nunes: Veja a lista dos nomes mais ricos do Piauí!

Como já é tradição, divulgo aqui nesta coluna a lista dos nomes mais ricos do Piauí. E de 2017 para cá algumas mudanças significativas. Antes de apresentar os nomes e os devidos valores é importante destacar que os critérios permanecem os mesmos.

Assim como faz a revista Forbes, anualmente, ao listar os mais ricos do mundo, baseia-se no patrimônio bruto, ativos, contabilização de dívidas e, é claro, na ‘especulação de mercado’. Que nada mais é do que o famoso ‘boca-a-boca’. Também conhecido como ‘conversa de mesa de bar’, ‘disse me disse’ e por aí vai.

Outro ponto a ser explicado: políticos, mesmo aqueles sem mandato ou sem partido, não entram na lista. A justificativa é óbvia: quase sempre o patrimônio que boa parte deles apresenta à Justiça Eleitoral não condiz com a realidade. Na lista abaixo, por mais que haja alguma ligação político, nenhum deles assumiu função no executivo ou no legislativo.

Segue a lista e, logo na sequência, as devidas explicações:

1 – João Claudino (Grupo Claudino) – R$ 3 bilhões

2 – Rufino Damásio (Grupo R Damásio) – R$ 1,9 bilhão

3 – Jorge Batista (Grupo Jorge Batista) – R$ 1,7 bilhão

4 – Dr Cerqueira (Grupo Med Imagem) – R$ 1,5 bilhão

5 – Júnior da Luauto (Grupo Luauto) – R$ 800 milhões

6 – Gregory Sanders (Fazenda Progresso) – R$ 500 milhões

7 – Deusdedith Barroso (Grupo Barroso) / Paulo Guimarães (Grupo Meio Norte) – R$ 200 milhões

8 – Delfim Pinto (Grupo Pintos) – R$ 150 milhões

9 – José e Joaquim Gomes Costa (Grupo Mafrense) – R$ 100 milhões

10 – João Alves (Grupo Ferronorte) / Tiago Junqueira (Fazenda Chapa Grande) – R$ 90 milhões

11 – Abelardo Carvalho (Empresas diversas) – R$ 80 milhões

12 – João Costa (Construtora Jurema) / Reginaldo Carvalho (Grupo Carvalho 1) / Van Carvalho (Grupo Carvalho 2) – R$ 60 milhões

13 – Reginaldo Rufino Leal (Grupo Soferro) – R$ 50 milhões

14 – Jesus Filho (Grupo Cidade Verde) – R$ 40 milhões

15 – Whindersson Nunes (Youtuber) – R$ 30 milhões

LISTA DOS ‘QUINZE MAIS’
Pois é. Como reparou, a lista passou a ser dos quinze nomes mais ricos e não mais apenas os dez mais ricos. É que, segundo minhas fontes, a lista precisa englobar quem possui um patrimônio de no mínimo R$ 30 milhões para ser considerado realmente milionário. Alguns nomes novos, que foram ‘esquecidos’ na lista anterior, entraram nesta. Outros saíram. Ou por não terem mais todo o patrimônio que tinham. Ou por não chegar no mínimo, de acordo com os critérios estabelecidos.

AS NOVIDADES DA LISTA
Entre as novidades, uma merece ser explicada: primeiro porque é a única mulher da lista. A empresária Van Carvalho surge após a confirmação de sua separação com o empresário Reginaldo Carvalho. Os dois entraram em acordo e cada um ficou com uma parte do patrimônio total. Van ficou com uma parte significativa, incluindo com as lojas que vendem joias. Reginaldo também ficou com uma boa porcentagem, incluindo a aeronave que é usada pela família. Há uma leve queda com relação à lista anterior. Isso se deve à divisão, claro, e também ao fechamento de vários supermercados nos últimos cinco anos.

Reginaldo e Van: casal se separou e dividiu o patrimônio (Foto: Reprodução)

SEU JOÃO SE CONSOLIDA EM 1º
O empresário João Claudino Fernandes deu um salto nos últimos meses, especialmente pela divisão finalmente acertada com o irmão Valdeci. O mais velho ficou com as lojas no Piauí, Ceará e Pernambuco, enquanto o caçula toma de conta das lojas em todo o Maranhão. Seu João, assim, toma de conta da maior parte e se consolida em primeiro. O empresário Rufino Damásio, ou R. Damásio, teve um grande crescimento da ultima lista para cá. Especialmente pelos negócios fechados na China. Um dos filhos, Danilo Damásio, inclusive, foi morar por lá para acompanhar o principal  dos vários negócios da família.

João Claudino Fernandes lida a lista dos mais ricos (Foto: Reprodução)

CERQUEIRA E A MED IMAGEM
O empresário Jorge Batista, que reside com a família na cidade de Floriano, sul do estado, só viu seu crescimento aumentar depois de passar de distribuidor a venda dos próprios medicamentos, através de suas farmácias que tem ganhado o Nordeste. A surpresa para alguns é a inédita presença do médico José Cerqueira, o Dr Cerqueira. Mais empresário do que médico hoje em dia, Dr Cerqueira vendeu o sucesso que é o Grupo Med Imagem por algo estimado em R$ 500 milhões. Somando a parte imobiliária, luvas e outros quinhões a quem tinha direito, supera o total de R$ 1 bilhão. Júnior da Luauto complementa o ‘top five’ também tendo ampliado seus negócios.

Dr Cerqueira vendeu o Med Imagem e entrou para a lista (Foto: Reprodução)

A MILIONÁRIA FAZENDA PROGRESSO
Gregory Sanders é um dos vários “piúchos” que adotaram as terras do semi-árido piauiense para morar. Com toda a sua família, muito bem vindos do Rio Grande do Sul, montou um verdadeiro império agrícola. A Fazenda Progresso é hoje uma das maiores do País. Seu patrimônio só não é maior porque faz parte de um tipo de negócio em que ao mesmo que tempo que se ganha muito, se deve muito também. O empresário Deusdedith Barroso talvez seja desconhecido para alguns, mas o seu Grupo Barroso é um dos mais tradicionais de Teresina e tem um patrimônio semelhante ao de Paul Guimarães. Este, o PG, como é apelidado, merece uma explicação: é que, segundo fontes, por ter muitas empresas em nome dos filhos e outros colaboradores, não deveria constar. Mesmo assim decidi permanecer com seu nome por ser de fato o dono.

Gregory e Cornélio: Família Sanders e o império da Fazenda Progresso (Foto: Reprodução)

GRUPO MAFRENSE E TIAGO JUNQUEIRA
Fechando os dez primeiros estão os empresários Delfim Pinto, consolidado com as lojas Pintos, que têm seu próprio crediário e uma clientela fiel há anos, e agora aparecem os irmãos e sócios José e Joaquim Gomes Costa, que viram seu negócio crescer acima do esperado nos últimos anos e aparecem com um patrimônio considerável não só no Piauí, mas no Nordeste. João Alves, do Grupo Ferronorte, é outro nome consolidado, que divide a décima colocação com o empresário Tiago Junqueira. Este um nome no mínimo polêmico. Junqueira ficou conhecido mais por uma acusação de crime ambiental, corrupção ativa e passiva e associação criminosa envolvendo agentes públicos. Teve um vídeo bastante compartilhado em grupos de Whatsapp recentemente, no período eleitoral, depois de ostentar em uma limusine conversível cheia de adesivos pró-Jair Bolsonaro, presidente eleito do Brasil. Era chamado de ‘Mitomóvel’.

Tiago Junqueira ficou bastante conhecido após prisão e com seu carro, Mitomóvel (Fotos: Reprodução)

AGORA MILIONÁRIO, WHINDERSSON FECHA LISTA
O empresário Abelardo Carvalho dispensa apresentações. Seu patrimônio o coloca nesta seleta lista por méritos próprios. João Costa divide com sócios o patrimônio da Construtora Jurema e aparece empatado com o casal Reginaldo e Van Carvalho. Esses dois, como já explicado acima, entraram em acordo na separação. Metade para cada lado. Reginaldo Rufino Leal é também um nome novo nesta lista. Da maçonaria, ele é dono de imóveis e seu negócio está entre os que mais cresceu em Teresina. O empresário Jesus Filho também manteve-se na mesma média da lista anterior. Por conta da crise, especialmente no ramo automobilístico, teve de refazer alguns de seus planos, mas a família Tajra é bastante organizada. Por fim não tem como não constar nesta lista o humorista / youtuber Whindersson Nunes. Dono de uma mansão estimada em R$ 5 milhões em um condomínio de luxo em Fortaleza (CE), ele possui vários automóveis que beiram o valor comercial de R$ 1 mi, cada. E, claro, tem um avião próprio, fruto do sucesso que é na Internet. Whindersson se destaca ainda por ser o único jovem da lista. Tem tudo isso e não completou nem 25 anos. Tem 23.

Whindersson, hoje dono do próprio avião, está na lista dos mais ricos do Piauí (Foto: Reprodução)

Leia ainda:

Confira a lista dos nomes mais ricos do Piauí divulgada em 2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here