“Enquanto existir a criação de porco caipira, sem técnica, haverá peste suína no Piauí!”

O presidente da Cooperativa Piauiense de Suinocultura, Jesus Rodrigues, afirmou que enquanto ouvir a presença de suínos caipiras haverá possíveis focos da Peste Suína Clássica (PSC) no Piauí. Até o dia 06 de julho deste ano, 16 focos foram confirmados pela Agência de Defesa Agropecuário do Piauí (Adapi) espalhados por sete municípios.
Se por um lado a presença da doença assustou principalmente os consumidores da carne, pelo outro, segundo Jesus Rodrigues, as restrições diante da doença e o aumentou da fiscalização provocaram a melhoria na qualidade do produto, mesmo diante do sacrifício de alguns animais doentes. Segundo a Adapi, mais de 3500 animais já foram mortos por causa da doença.
Para Rodrigues, a presença da doença obrigou o Estado, por meio da Adapi, a disciplinar a venda do suíno em território piauiense, em especial o clandestino, quando o animal é criado e abatido sem seguir regras mínicas de higiene, por exemplo.
“Enquanto existir a criação do suíno caipira, sem técnica, sem regra, sendo criado de qualquer forma, alojado em qualquer local, se alimentado do que for possível, sempre haverá o grande risco de ter focos”, disse o presidente da cooperativa.
Ele contou que hoje, após a descoberta dos focos da PSC, o suíno criado com regras, seguindo os critérios da Vigilância Sanitária, saem dos criadores diretamente para os abatedores cadastrados no Governo do Estado e, após abate adequado, seguem para o ponto de venda final, como supermercados e frigoríficos.  Antes o animal saía vivo do criadouro e iria para qualquer lugar.
“Essa questão traz uma segurança para o consumidor. Infelizmente, a capacidade do Estado de fiscalização não é tão ampla. Em um momento de crise, de surgimento de focos, há essa concentração no foco, convocam técnicos, mas essa fiscalização ainda assim não é tão intensa como se deveria ser. A fiscalização é importante não só na questão dos suínos, mas pela questão geral das carnes para que o Estado dê segurança à população de que ela está consumindo uma carne de qualidade “, comentou.
Municípios com registro de focos:
• Brasileira
• Cabeceiras do Piauí
• Domingos Mourão
• Lagoa do Piauí
• Milton Brandão
• Murici dos Portelas
• São João do Arraial

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here