Fui dopada e violentada por 2 homens, denuncia moça de Cabeceiras

Ela foi drogada, embriagada, estuprada e abandonada em uma calçada da cidade na manhã deste sábado.

A jovem de 21 anos que foi estuprada no último sábado (21), declarou nesta segunDa ter sido dopada antes de ser violentada por dois homens em Cabeceiras do Piauí. Com laudo que comprova o abuso, a vítima oficializou queixa nesta segunda-feira (23) na delegacia de Barras, responsável pela investigação.

No sábado (21), a mulher deu entrada no hospital municipal e a Polícia Militar foi acionada. No depoimento inicial a vítima disse ter sido levada para a entrada da cidade. “Ela estava visivelmente embriagada,  sob efeito de drogas. Dizia que foi estuprada e falou o nome dos suspeitos”, informou o PM de Cabeceiras, sargento Luís Carlos.

A jovem foi conduzida para o Instituto Médico Legal de Teresina (IML) e passou por atendimento de saúde na Maternidade Dona Evangelina Rosa. De posse do laudo, ela prestou depoimento na manhã desta segunda (23)  à Polícia Civil de Barras.

Segundo a polícia, os suspeitos apontados pela vítima são José da Silva Lima, 25 anos, e Jailson de Sousa Lima, 40 anos. Eles moram na mesma rua e seriam parentes. A jovem teria bebido com os suspeitos em um bar quando foi dopada.

José de Lima se apresentou ao Grupamento da PM de Cabeceiras e negou ter participado do estupro. O outro suspeito está foragido.

Como a ocorrência foi registrada no final de semana, o caso foi encaminhado ao plantão regional da Polícia Civil de Esperantina, que repassou o caso para o distrito mais próximo, no caso, a Delegacia de Barras.

ATUALIZADA EM 23.09, ÁS 12:53

Muito alcoolizada, jovem é drogada e estuprada em Cabeceiras do Piauí

Entrada da localidade Zé Gomes, cenário onde teria acontecido o estupro. Foto: Maria Carcará

Uma jovem, cujo nome está sendo omitido para como forma de proteção da sua imagem, foi drogada e estuprada na cidade de Cabeceiras do Piauí no início da manhã deste sábado (21). Após toda a série de abusos, que teria acontecido na localidade Zé Gomes, zona rural de cabeceiras, a moça foi abandonada desacordada na frente de um bar no centro da cidade.

Conforme informou ao longah o Sargento Luís Carlos, o crime foi atribuído a dois indivíduos identificados apenas como Jailson e Zezim Barata. “Quando a moça foi encontrada, ela estava em visível estado de embriaguez e aparentava estar drogada. Foi encaminhada para Campo Maior e, de lá, para Teresina para fazer testes de alcoolemia e de uso de entorpecentes para confirmar que ela não estava em seu estado normal”, disse o Sargento, acrescentado que outro exame seria feito para confirmar o abuso sexual.

A moça, quando foi abandonada na frente do bar, estava bem machucada. Ela tinha ‘virado a noite’ em uma festa acompanhada dos dois. Jailson está foragido. Zezim Barata se apresentou espontaneamente ao batalhão de Polícia Militar de Cabeceiras e se declarou inocente. “Ele declarou que não fez nada com ela e que o que aconteceu com o Jailson foi com a permissão dela”, disse ao longah o PM.

O policial Luís Carlos, que esteve com a jovem logo após os abusos, garantiu que ela não estava de posse de sua consciência, visivelmente alcoolizada e drogada, e não tinha condição de consentir ou não nada que fizessem com ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here