Homicida que matou professor na praça de Esperantina pega 19 anos

homicida, Venilson Silva Alves Macedo, conhecido popularmente como, Nil, de 27 anos de idade, foi condenado a 19  anos de reclusão pelo assassinato do Professor, Elias Araújo Costa.

Nil, como é popularmente conhecido, foi julgado na última terça-feira (25/06), durante júri popular realizado no plenário da Câmara de Vereadores, José Sales Dias.
O júri foi presidido pelo Juiz de Direito, Arilton Rosal Falcão Junior. Atuou na Acusação, o competente representante do Ministério Público no município, Dr. Raimundo Martins Ribeiro Junior.
O crime bárbaro e chocante ocorreu em plena Praça Leônidas Melo, justamente durante a realização do tradicional festival junino da Prefeitura.
Nil, atualmente cumpre pena por roubo na Penitenciaria de Campo Maior.

Entenda o caso!

O professor identificado como Elias Araújo Costa foi morto a facadas durante uma festa junina na praça Leônidas Melo, centro de Esperantina. O suspeito- identificado como Venilson Silva Alves Macedo, conhecido como Nil- reagiu à prisão em flagrante e foi atingido com um tiro na perna. O crime pode ter tido motivação passional.

“O Nil disse que a vítima teria dado em cima de sua namorada e por isso teria desferido as facadas, mas testemunhas contaram outra versão, que ainda será invastigada pela Polícia Civil”, conta o soldado Gustavo de Oliveira, da 4ª Cia do 12º BPM. De acordo com delegado regional Igor Gadelha, os dois não se conheciam.

O crime, que ocorreu por volta das 3h30, deste domingo (21). Elias Araújo foi ferido abaixo do peito e chegou a ser socorrido, mas não resitiu. O velório ocorre na casa do professor, que lecionava  no CEEP Leonardo das Dores.

Ainda de acordo com a PM, Nil saiu recentemente da prisão, onde cumpria pena pelo crime de tráfico de drogas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here