Homossexuais do Piauí já podem se casar formalmente

O corregedor geral de Justiça, desembargador Francisco Antonio Paes Landim Filho, assinou, na última sexta-feira, o Provimento nº 24/2012, que dispõe sobre a escrituração da união estável homoafetiva e regulamenta a conversão dessas uniões em casamento, bem como autoriza o processamento dos pedidos de habilitação de casamento entre pessoas do mesmo sexo. O provimento é uma resposta ao pedido formulado pelo Grupo Matizes, em junho de 2012.

Logo após assinatura, o desembargador Francisco Antonio Paes Landim Filho entregou solenemente cópia do ato administrativo à diretora do Matizes, Marinalva Santana, que formulou convite para que o magistrado fosse o padrinho dos casais de gays e lésbicas que celebrarão suas uniões em uma solenidade pública, a ser realizada em 2013.

O convite foi prontamente aceito pelo desembargador. “Vou com o maior prazer. Desejo que todos os casais sejam felizes”, afirmou Paes Landim (acrescentar outra fala). Marinalva Santana disse que o Provimento é o melhor presente de Natal para os homossexuais do Piauí.”A resposta da Corregedoria Geral da Justiça foi rápida, acertadae inteligente. Nós aplaudimos com entusiasmo essadecisão do desembargador Paes Landim. Atos como esses contribuem enormemente para combater a discriminação e igualar as pessoas”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here