Membro da quadrilha que assaltou bancos de Campo maior é preso em Teresina

A Polícia Federal divulgou na tarde desta sexta-feira (14 de junho de 2019) que deu cumprimento nas primeiras horas da manhã, a mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em Teresina-PI. A operação é referente a inquérito instaurado para investigar roubo as agências bancárias do município de Campo Maior-PI, ocorridos em 30 de abril de 2019.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal. Segundo a PF, foi cumprido um mandado de busca e apreensão no bairro Jacinta Andrade, em Teresina, e um mandado de prisão preventiva.

Os últimos dois integrantes da quadrilha que explodiu duas agências bancárias em Campo Maior que ainda estavam sendo procurados eram os foragidos Marcelo Negão e um outro suspeito identificado apenas como “Mineiro”. Especula-se nos bastidores que o preso pode ser Marcelo Negão (foto abaixo).

Ainda segundo a PF, que não divulgou a identidade do preso, ele integrava a organização criminosa e era responsável pela estrutura logística necessária à prática dos roubos e à fuga dos assaltantes.

Veja a nota da PF na íntegra:

Teresina/PI: Na manhã de hoje (14/06), a Polícia Federal deu cumprimento a mandados de prisão preventiva e busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal, referentes a inquérito instaurado para investigar roubo a agências bancárias do município de Campo Maior/PI ocorridos em 30 de abril de 2019.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão no bairro Jacinta Andrade, em Teresina e um mandado de prisão preventiva. O preso integrava a organização criminosa e era responsável pela estrutura logística necessária à prática dos roubos e à fuga dos assaltantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here