Mesmo exonerados, comissionados vão trabalhar em Esperantina

Dezenas de comissionados da Prefeitura Municipal de Esperantina continuam exercendo suas funções mesmo após a publicação do decreto de exoneração de todos os ocupantes de cargos em comissão.

O Decreto foi publicado no último dia 31 de outubro passado, mas, na manhã desta segunda-feira (05/11) os funcionários comissionados foram vistos trabalhando normalmente nas suas respectivas repartições.

De acordo com relatório do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), a Prefeitura de Esperantina, administrada atualmente pela professora Vilma Carvalho Amorim, está ultrapassando o limite prudencial de gasto com pessoal estabelecido pela LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal.
Atualmente a gestora está gastando 66,52% com folha de pagamento, sendo que o limite permitido por lei é de 54%.
Por conta do excesso de gastos com pessoal, a prefeitura vem atrasando há vários meses o salário dos servidores efetivos e comissionados da municipalidade, o que tem causado muitos aborrecimentos e constrangimentos por parte dos funcionários.
Muitos deles tiveram que ingressar na justiça, a fim de receber seus vencimentos. Outros preferiram demonstrar seu repúdio usando as redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here