Mineiro é preso acusado de tentar fugir do Piauí com moça de Esperantina

Um homem chamado Jorge Sousa, natural de Minas Gerais, foi preso quando tentava fugir do Piauí com uma mulher de 33 anos que tem deficiência cognitiva e toma remédio controlado. A vítima é natural de Esperantina, no Norte do Piauí. A prisão aconteceu na noite de quarta-feira (24).

Segundo a polícia, o suspeito conheceu a moça pela internet e mantinha um relacionamento amoroso com ela, mesmo sem a autorização da família.

“Eles já tinha comprado as passagens aéreas e estava aguardando o horário do embarque para fugir quando foram encontrados. Faltava apenas uma hora para o horário do embarque quando foram achados. Foi por muito pouco que eles não conseguiram”, disse o delegado Leonardo Alexandre Martins, de Esperantina.

Segundo a polícia, o homem conheceu a mulher em outubro do ano passado e, desde então, trocava mensagens amorosas, até o momento em que a família da jovem descobriu o relacionamento e proibiu o namoro.

“Família informou para ele que ela não tinha condições de se relacionar com o homem por conta da deficiência e pediu que ele se afastasse. No entanto, numa conversa no dia 23 de janeiro deste ano, ele combinou com a namorada que iria vir pegá-la para morar com ele, mesmo sem autorização da família e para isso montaram um plano”, detalhou o delegado.

A família sentiu falta da mulher por volta de meio dia de quinta-feira (25) e a acionou a polícia depois que descobriu que o casal pegou um táxi em Esperantina com destino a Teresina.

“Assim que fomos acionados começamos as buscas. Encontramos o taxista que trouxe o casal para a capital. O motorista contou que ouviu o casal conversando que iriam viajar de ônibus para Brasília. No entanto, era uma pista falsa que eles estavam deixando para a polícia. Outra informação falsa que ela passou para mãe dizia que estava em Parnaíba”, detalhou Leonardo Alexandre Martins.

O delegado contou que diante das informações falsas começaram a pesquisar quais os ônibus saíram de Teresina com destino a Brasília, mas não conseguiram encontrá-los. Ao perceberam que não iriam encontrá-los, os policiais resolveram montar outra linha de investigação e então conseguiram achar o casal em um hotel, preparados para embarcar para Minas Gerais.

O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes, onde foi autuado pelos crimes de subtração de incapaz e violência doméstica na forma psicológica.

“Apesar dela não ser uma adolescente, ele foi autuado pelo crime de subtração de incapaz por ela ser uma pessoa com deficiência. O crime de violência doméstica na forma psicológica ficou configurado diante da suspeita da intenção que ele possuía que era de aplicar golpes financeiros utilizando a documentação dela”, afirmou o delegado Mauro André, plantonista da Central de Flagrantes.

Entenda o caso
Jorge Sousa que conheceu a jovem esperantinense através das redes sociais, contratou os serviços do taxista Klenilson Chaves para levar a dupla até a capital Teresina.
Acontece que no momento da contratação do taxi, o mineiro deu o nome de Sebastião e que levaria inicialmente a jovem esperantinense para a capital federal, o que de certa forma chamou a atenção do taxista.
Naiane Costa, que toma remédio controlado, sumiu de casa por volta das 09:00 horas da manhã. A jovem é filha do casal de empresários do ramo de sapataria, Zezinho e Odete, que por sua vez ao perceber o desaparecimento da filha, usaram imediatamente as redes sociais em busca da mesma.
O fato é que depois de intensas buscas e investigações uma equipe de policiais de Teresina acabaram por prender o mineiro, que passará a ser investigado intensamente neste caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *