Município de Cabeceiras tem o menor PIB do Estado

O PIB per capita do Piauí foi de R$ 12.218,51 em 2015. O número está abaixo do PIB per capita nacional, que é de R$ 29.326,33, mas é R$ 410 mais alto que o registrado no ano anterior.

Em termos percentuais, a renda per capita do Estado cresceu 3,47% de um ano para o outro, mas a renda per capita do Piauí representa ainda menos de 42% da nacional.

  • No Piauí, os maiores PIBs per capita são os seguintes: 
    • 1) Baixa Grande do Ribeiro (R$ 49.866,93);
      2) Uruçuí (R$ 48.817,43);
      3) Ribeiro Gonçalves (R$ 34.285,13);
      4) Santa Filomena (R$ 33.063,41);
      5) Bom Jesus (R$ 26.497,12);
      6) Currais (R$ 26.493,56)
      7) Guadalupe (R$ 24.493,58)
      8) Teresina (R$ 20.879,75)
      9) Gilbués (R$ 16.901,63)
      10) Antônio Almeida (R$ 16.801,19).

      Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (14), pela Fundação Cepro, em parceria com o IBGE, no auditório da APPM, e revelam grandes desigualdades dentro do território piauiense, visto que o maior PIB per capita registrado no estado, em Baixa Grande do Ribeiro (R$ 49.866,93), é dez vezes superior ao menor resultado, em Cabeceiras (R$ 4.949,09).Os menores PIBs per capita estão nos municípios de:

      224) Cabeceiras do Piauí (R$ 4.949)
      223) Campo Largo do Piauí (R$ 5.012)
      222) São João do Arraial (R$ 5.090)
      221) Curral Novo do Piauí (R$ 5.116)
      220) Massapê do Piauí (R$ 5.119)

      ENTENDA

      O PIB é um indicador para medir a atividade econômica do país.

      O PIB pode ser calculado de duas maneiras. Uma delas é pela soma das riquezas produzidas dentro do país, incluindo nesse cálculo empresas nacionais e estrangeiras localizadas em território nacional. Nesse cálculo entram os resultados da indústria (que respondem por 30% do total), serviços (65%) e agropecuária (5%). Entra no cálculo apenas o produto final vendido, por exemplo, um carro e não o aço e ferro da produção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here