Nepotismo/ Prefeita tem que demitir sobrinho que exercia cargo comissionado

A prefeita de Esperantina, Vilma Carvalho Amorim (PT), exonerou no último dia 12 de julho o próprio sobrinho, Valdine, que era servidor comissionado.

A prática de nepotismo é nefasta, é quando o gestor deixa de contratar pessoas com competências técnicas para beneficiar familiares, que muitas vezes não são habilitados para o cargo. O longah está reunindo material para fazer matéria sobre o nepostismo nos próximos dias.

A prefeita está sendo alvo de várias denúncias junto ao Ministério Público pela suposta prática de nepotismo. Recentemente, Valdine compareceu a sede do Ministério Público para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Durante a audiência com o promotor, ele confessou que era sobrinho do esposo da gestora e que apesar de ser nomeado para o cargo de coordenador, ele exercia a função de motorista no Departamento Municipal de Trânsito.

O nepotismo, no âmbito da Administração Pública, consiste na nomeação de parentes para o exercício de cargo ou função pública que não exigem a regra geral do concurso público para provimento.

Trata-se de uma conduta ilícita consolidada na forte influência do vínculo familiar como motivação do ato administrativo de nomeação, informa o Viagora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here