Oitava derrota da oposição: Justiça suspende retomada do impeachment de Manoel Lázaro

Justiça determina suspensão da retomada do impeachment (nº 001/2019) do mandato do prefeito Manoel Lázaro (PT), que ocorreria na sessão ordinária desta quinta-feira (03), na câmara dos vereadores de Nossa Senhora dos Remédios Piauí.

O mandado de segurança fora expedido nesta tarde pelo Juiz Ulysses Gonçalves da Silva Neto, titular da Vara Única da Comarca de Porto Marruás. É a oitava derrota da oposição que tenta derrubar o gestor desde 2016.

Desta vez, os advogados do prefeito listaram uma série de irregularidades praticadas no decorrer do processo, como convocação irregular de suplente, além do próprio arquivamento constitucional da pauta expirada no prazo de 120 dias.

O processo de acusação de imputação da prática de crime de responsabilidade previsto no decreto (Lei n°201/67) já havia sido suspenso noutra fase por determinação do Desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-PI), também por falhas na tramitação inicial.

Os vereadores Ivan Luz, Júnior Jabarão, Chico Lázaro, Gonçalinho (que seria empossado) e os professores Elias, Mirim e Regino, que pretendiam repetir a primeira votação, perderam o prazo legal.

O fato representa também mais uma derrota do advogado Virgílio Bacelar, assessor jurídico da câmara, considerado um dos principais mentores do esquema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here