Ousadia: ladrão rouba veículo de servidora judiciária na porta de fórum. Vídeos.

 

Mayko+.JoscieltonEm um tentativa de desmoralizar a justiça, e as demais instituições, um rapaz de 22 anos foi preso na manhã deste sábado (11) após furtar uma motocicleta defronte o Fórum da cidade de Batalha, cerca de 150 metros da delegacia. O jovem, que responde a dois processos criminais, foi ao fórum para assinar um livro de presença, porém cometeu o furto ao deixar o local. Também foi preso o suposto receptador do veículo.

Segundo o Comandante do GPM, Sarg. Machado Messias, o acusado MAYKO BRUNO DE CARVALHO(camisa branca), de 22 anos, compareceu ao Fórum Des. Adolfo Uchoa para assinar um termo de comparecimento mensal em juízo. Ele chegou a pé no local e saiu rapidamente após assinar o documento. Ao deixar o prédio, Mayko viu uma moto Honda Pop 100 de cor branca, pertencente a Larissa Soares Silva, servidora do Fórum. Em poucos minutos ele destravou o guidão e levou o veículo.

Apesar da idade, Maykon já é velho conhecido da Polícia e responde a dois processos, um por crime de trânsito e outro por assalto à mão armada.IMG-20160611-WA0024

Pessoas avistaram o meliante empurrando a moto nas imediações do fórum, mas pensaram tratar-se do proprietário.

As imagens registradas por câmeras do “Guardião Eletrônico” entre 10h10 e 10h14 mostra o ladrão empurrando a motocicleta. Ele teria feito uma ligação direta para realizar o furto.

Com as imagens, uma guarnição da Polícia Militar iniciou diligências com intuito de localizar o suspeito e recuperar a motocicleta, porém não encontrou o elemento.

Na manhã de ontem, sábado, 11, o Sarg. Machado Messias iniciou as buscas, só que desta vez usando seu carro particular. Daí encontrou o acusado e o conduziu até a delegacia onde o mesmo assumiu autoria do furto e informou que já tinha passado a motocicleta para JOSCIELTON DE MENESES SILVA, morador da localidade Mororos, estremando com Piracuruca.

Rapidamente a PM se deslocou até a casa do receptador Joscielto que entregou a motocicleta. Ele declarou que ainda não tinha fechado negócio e que havia guardado a motocicleta esperando documento.

De acordo com o levantamento feito pela Polícia, a referida moto teria sido vendida pelo valor de R$ 1.500,00.

O delegado Dennis Sampaio não arbitrou fiança e os dois foram recolhidos na carceragem da delegacia de Batalha. Na segunda-feira, ambos serão conduzidos à Penitenciária Regional Luis Gonzaga Rebelo de Esperantina.

 

Folhadebatalha

DEIXE UMA RESPOSTA