PIRIPIRI: Empresário condenado a 12 anos de prisão por morte do ex-prefeito de Domingos Mourão

Réu (à esquerda) ao lado de seus advogados acompanha leitura da sentença. Foto: Divulgação

Após apresentação dos últimos argumentos da defesa do réu, a juíza da 1ª Vara Crimnal da Comarca de Piripiri, Luciana Cláudia Medeiros de Souza, proferiu a pena de 12 anos de reclusão em regime fechado para Elano Barroso de Oliveira. A sentença foi proferida por volta das 18h30 desta terça após cerca de 10 horas de julgamento.

O réu respondia em liberdade e mesmo com a pena estabelecida em primeira instância, é possível que recorra ao TJ-PI ainda em liberdade. A obrigatoriedade de prisão é somente em caso de ser condenado em segunda instância.

Para a promotora do caso, Ana Cecília Rosário Ribeiro, o Ministério Público sai do julgamento com a sensação de dever cumprido, que mesmo após uma espera de 13 anos a justiça foi feita.

” Existiam provas contundentes nos autos que acabaram sendo reconhecidas pelo conselho de sentença. Então o MOP sai com a  sensação de dever cumprido e de que a família após passar tanto tempo ela consegue alcançar a Justiça”, disse a promotora.

A defesa do réu garantiu que irá recorrer da decisão.

“Confesso que me causou espanto essa condenação, mas, enfim, como o júri é soberano, não compete a mim avaliar. O que vamos fazer é interpor o recurso ao Tribunal de Justiça do Piauí e recorrer dessa decisão. O entendimento da defesa é que o Elano em momento algum foi o mandante”, disse o advogado do réu, Carlos Douglas.

Ex-prefeito Aluiz Ferreira Viana (Foto: arquivo pessoal)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here