Porto/ Merendeiras retiram água em poço cacimbão para abastecer escola

Os moradores do povoado guabiraba, zona rural de Porto, denunciam que os servidores estão tendo que transportar água na cabeça para corresponder às necessidades dos alunos da escola municipal Álvaro Lopes.

Conforme os relatos, a caixa e o poço tubular de abastecimento estão abandonados pela prefeitura desde o ano passado. Diante da situação, as merendeiras buscam água sem tratamento adequado num poço “cacimbão” para não deixar os alunos desamparados.

A comunidade cobra uma solução por parte do prefeito Dó Bacelar e denuncia que na escola também falta merenda por até vinte dias consecutivos. Quando chega, é insuficiente para o período estipulado e acaba afetando o rendimento das crianças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here