Mudas distribuídas pela prefeitura incrementam economia em Barras

 

Centenas de agricultores familiares receberam 15 mil mudas frutíferas e nativas das espécies caju anão precoce, ata, goiaba e Ipê. O evento teve como local o Centro de Produção de mudas frutíferas e nativas (Viveiro de Plantas) e foi conduzido pelo Viveirista Carlito e equipe além do Técnico Agrônomo Benone Filho, do Técnico em Agropecuária Edson Teixeira da EMATER e assessores da pasta de Agricultura e Produção da Prefeitura de Barras.

A distribuição de mudas, principalmente a de caju, está dentro do projeto de incentivo à cajucultura no município de Barras idealizada pelo prefeito Carlos Monte. “Temos dado incentivos aos produtores através da oferta de insumos para a produção da cajuína, já oferecemos cursos de beneficiamento do caju. Os produtores barrenses, agora reunidos em uma associação, aprenderam a fazer creme de caju, rapadura de caju, até hambúrguer. A prefeitura está fazendo a sua parte.

Atualizada em 12.01.2019

Prefeitura de Barras distribui mudas de caju, ata, goiaba e ipês neste sábado

Mudas de caju anão precoce, ata, goiaba e ipês, serão distribuídas aos barrenses neste sábado (12), a partir das 08h00 no viveiro municipal.

O prefeito Carlos Monte esteve, na manhã desta sexta-feira (11), visitando o Centro de Produção de Mudas Frutíferas (canteiro de mudas) acompanhado dos secretários de Agricultura e Produção, Manoel José de Almeida Neto, e de Administração, José Luiz, e coordenador de Comunicação Samuel Monte. A visita foi para preparar a entrega das mudas.

Prefeito, Carlos Monte, acompanhado de secretários.

A prefeitura de Barras é uma das únicas do interior do Piauí que mantém um viveiro com produção própria de mudas, posteriormente distribuída a população sem nenhum custo.

Desde que foi criado pela atua administração, o viveiro já atendeu centenas de produtores com milhares de mudas. A produção própria de mudas fa milhares de reais, pois o custo de produção sai mais em conta.

FONTE: ASCOM Epaminondas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here