“Público não foi assistir ao processo da lacração de urnas e depois questionam a segurança delas”

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PI) termina nesta quarta-feira (24) o processo de lacração das urnas que serão utilizadas, desta vez, no segundo turno das eleições gerais de 2018. Segundo o secretário de tecnologia do TRE/PI, Rosemberg Maia, a participação da população no processo de lacração das urnas para o segundo turno é quase que inexistente. Ele ressaltou que o envolvimento dos eleitores seria importante para dar maior transparência ao processo.

O longah noticiou a data da lacração para que a população pudesse participar e depois não acusar o TRE de fraude. Em Barras, a data do início da sessão de geração de mídias e a a data do início da sessão de carga e lacre das Urnas Eletrônicas foram, respetivamente dias 18 e 22 de outubro. Em Batalha e Esperantina dia 17 de outubro. Em Porto e Miguel Alves dias 22 e 23 de outubro. Em Piripiri, 16 e 17 de outubro.

“Nas audiências de preparação nas urnas os fiscais não comparecem, os representantes de algumas entidades não aparecem. Os que vêm são apenas juízes, os promotores e os técnicos das zonas eleitorais. A participação do público no processo de preparação praticamente não existiu e a gente fica triste porque as pessoas questionam a segurança e não participam do que daria mais transparência ao processo”, afirmou o secretário de tecnologia.

De acordo com Rosemberg Maia, a preparação das urnas para o segundo turno foi  mais simples do que para o primeiro turno, visto que no Piauí terá apenas a votação para presidente da República.

“Na preparação é rompido o lacre da urna, que estava lacrada após o primeiro turno. É inserida a mídia de resultado do segundo turno e o sistema vai detectar essa mídia de resultado e copiar as tabelas dos candidatos. É realizado o auto-teste e novamente a urna é lacrada para o segundo turno”, explicou.

As urnas ficarão na sede do TRE/PI até o dia anterior da votação, que acontecerá no dia 28 de outubro, e daí então serão encaminhadas para as seções eleitorais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here