Suspeito de matar a esposa em Piripiri tem a prisão preventiva decretada

O juiz Antônio Oliveira, da comarca de Piripiri, decidiu por manter a prisão do homem identificado como Adriano Gomes da Silva, preso em flagrante na última segunda-feira (09/09), acusado de matar a própria esposa Cléia Marques da Silva, a facadas no município de Piripiri, região Norte do Piauí.

O homem que estava preso em flagrante teve a sua prisão convertida em preventiva durante a sua audiência de custódia.

Segundo a polícia, o suspeito foi encontrado no local do crime com uma lesão no tórax. Ele afirmou em depoimento que tentou se matar com a mesma faca que usou para assassinar a sua esposa.

Cleia foi esfaqueada pelo próprio companheiro

Por conta disso, na decisão o juiz declarou que o suspeito vai continua recebendo atendimento médico até se encontrar em devida recuperação onde deverá responder pelo crime de feminicídio.

“Considerando a informação que o custodiado apresenta ferimento no tórax, provocado por tentativa de suicídio, necessitando de atendimento médico, determino que o custodiado permaneça em custódia no hospital até recuperação quando, então, deve ser removido para penitenciária, caso a sua presença no distrito policial não mais interesse às investigações policiais”.

Cléo Marques da Silva ainda chegou a ser encaminhada com vida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas chegou ao hospital já em óbito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *