TRE-PI desaprova contas do PTdoB e suspende repasse de dinheiro por 1 ano

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, a unanimidade, desaprovou as contas do Partido Trabalhista do Brasil (PT DO B) referente ao exercício de 2014 bem como a suspensão do repasse das cotas do fundo partidário da agremiação por um período de 1 ano (Prestação de Contas nº 116-74.2015.6.18.0000). Em Barras, o partido é representado pela família da vereadora Emília Maciel.

A Coordenadoria de Controle Interno e Auditoria do TRE-Pi encontrou várias irregularidades na prestação de contas da agremiação partidária, destacando entre elas: contas protocolizadas intempestivamente; demonstrativos apresentados sem assinatura do presidente, tesoureiro e contador do partido; falta de extratos bancários; livros diário e razão sem assinatura e encadernação, e livro diário sem registro em cartório de ofício civil; não apresentação dos documentos fiscais referentes a gastos oriundos da fonte Outros Recursos; não entrega do arquivo eletrônico para viabilizar a publicação do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado do Exercício no Diário da Justiça Eletrônico (DJE).

Com isso o Tribunal entendeu que, em virtude das falhas encontradas na prestação de contas apresentadas pelo Diretório Regional do PT DO B no Piauí, não foi possível o efetivo controle das mesmas pela Justiça Eleitoral, o que compromete a sua regularidade e confiabilidade. O relator do processo foi o juiz, Antônio Lopes de Oliveira.

Quem desejar ter acesso as pautas de julgamento basta entrar no site do TRE-Pi na internet. O endereço eletrônico é www.tre-pi.jus.br no link pautas e atas das sessões.

ptdob

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here