Uma única bala mata duas pessoas na zona rural de Barras

Corpo de ua das vítimas foi deixado na porta do Hospital Regional Leônidas Melo

Dois homicídios marcaram a madrugada deste domingo em Barras. Francisco das chagas Lages, mais conhecido como Nen Grande (20 anos) e Osmália Marques foram vítimas da mesma bala em uma festa na localidade Lameirão.

As informações apuradas pelo longah de uma testemunha na delegacia de Barras dão conta da probabilidade de um rixa antiga ter motivado as mortes. Por volta de 2 horas da manhã, as duas vítimas estavam próximas em uma festa. Osmália conversava com a irmã de Nen Grande, quando parou um carro de onde desceram quatro pessoas, se aproximaram  e um deles atirou à queima-roupa. A bala atravessou o rapaz e atingiu Osmália Marques, que estava próxima. Amigos de Francisco das Chagas Lages pegaram o corpo do rapaz e deixaram a porta do Hospital Regional Leônidas Melo. Osmália foi levada já sem vida para o hospital de Esperantina. O assassinato dela, que estava no local errado na hora errada comoveu a população nas redes sociais.

Nem Grande já tinha passagem pela polícia motivada pela rixa com um rapaz identificado como Bolim, que é da localidade Cara Torta, no mesmo município. Bolim promove festas e já havia espancado Nem Grande em outra ocasião.

O corpo de Nem na manhã deste domingo (30) ainda estava no necrotério do Hospital Regional Leônidas Melo. A perícia não veio para Barras porque os corpos foram retirados do local. Os velórios vão acontecer na residência das famílias.

DEIXE UMA RESPOSTA