Hipertrofia muscular será tema de um dos cursos do XIV Congresso da Fiep-Piauí

 XIV Congresso Piauiense Científico da Federação Internacional de Educação Física – Delegacia Regional Piauí – FIEP-PI e o 14º Encontro Interdisciplinar estão com a programação pronta e 13 cursos com ministrantes com larga experiência e reconhecimento nacionalmente movimentarão todo o Setor de Esportes da Universidade Federal do Piauí – UFPI, de 29 de maio a 1º de junho.

Um dos cursos que prometem atrair profissionais e estudantes de áreas como fisioterapia e educação física é o curso 02 ‘Tópicos avançados em Hipertrofia Muscular’, que acontecerá nos dias 30 e 31 de maio, no auditório, de 8h às 12 horas e será ministrado pelo Prof. Dr. Fabrício Eduardo Rossi.

O curso será teórico e prático e terá como conteúdo os mecanismos fisiológicos a hipertrofia muscular, a restrição do fluxo sanguíneo, alongamento entre série, entre outros.  A hipertrofia muscular está relacionada ao aumento do tamanho das células musculares, decorrentes de diversos estímulos, como é o caso do exercício resistido. O curso será embasado no que há de mais atual na literatura científica sobre a hipertrofia muscular.

“Os profissionais que atuam nessas áreas e lidam com atividades físicas com seus clientes devem estar atentos a este tema, afinal uma das principais atuações do profissional de Educação Física são as academias de musculação e Personal Trainner. Neste sentido, saber como potencializar os ganhos de massa muscular é indispensável para o profissional ter êxito na manipulação dos programas de treinamento e obter resultados expressivos com seus clientes”, disse Rossi, que possui doutorado nos Estados Unidos e pós-doutorado na Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Quando perguntado sobre exercícios intensos e cargas excessivas em algumas atividades físicas hoje disponíveis em academias de ginástica, Rossi disse que a prática orientada de exercício físico, com profissionais capacitados é benéfica em qualquer faixa etária. No entanto, quando o exercício é mal prescrito, não só a intensidade elevada, mas também diversas outras variáveis, como volume de treinamento, intervalo de recuperação e tipo de exercício físico podem prejudicar o cliente ao invés de causar benefícios. Daí a importância da atualização e capacitação frequente, para estar preparado para o mercado de trabalho, orienta.

E sobre qual a atividade física ideal, o ministrante orienta: “A principal recomendação é o cliente fazer algo que goste, que tenha prazer em realizar e, que isso não seja uma obrigação para ele, claro que se o cliente não tiver nenhum comprometimento que o impeça de realizar tal prática”.

Outras informações: 
(86) 
(86) 3215-5861 / 3215-5860 / 3215-4393 / 9452-5113  / 9981-6160
(86) 99988-5050

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here