Padrasto é preso acusado de estuprar a enteada de 12 anos que tem deficiência

Foto ilustrativa

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia Regional de Esperantina, na tarde desta terça-feira (12/09), deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de Rogério Lopes Fernandes, suspeito de cometer o crime de estupro de vulnerável contra sua enteada de apenas 12 anos de idade. A vítima possui deficiência intelectual fazendo acompanhamento piscológico.

O caso foi noticiado ontem na delegacia pelo Conselho Tutelar. Na ocasião foi representado pela prisão preventiva do suspeito, medida que foi prontamente atendida pela MM juíza Lidiane Batista.

Rogério será encaminhado à penitenciária de Esperantina onde ficará a disposição da justiça local.

DEIXE UMA RESPOSTA