Prefeito de Barras abandonou hospital. Há sete meses não honra repasses de recursos

MAIS DE R$ 1 MILHÃO DEIXARAM DE SER REPASSADOS

O prefeito de Barras Carlos Alberto Lages Monte está sem repassar recursos ao hospital do município, o Leônidas Melo, a cifra mensal de R$ 148 mil desde o mês de maio deste ano. 

O repasse faz parte de um termo de cooperação entre estado e município, no qual o estado repassa cerca de R$ 300 mil. 

No dia 15 de outubro, inclusive, ocorreu uma audiência pública na Câmara dos Vereadores de Barras para tratar sobre os problemas que assolam a instituição hospitalar, porém, sem mais medidas efetivas até o momento. 

Os repasses do município são destinados justamente para a compra de medicamentos e utensílios voltados ao atendimento de média e alta complexidade. 

Ainda, para o pagamento de fornecedores, combustível e alimentação. Sem os recursos a situação do hospital é precária, já que não funciona como deveria. 

A parte do estado, por sua vez, é destinada para pagamento de pessoal. A gestão plena tem como incumbência a gestão da instituição por parte do município e a gerência por parte do estado. 

Ao todo são 7 meses sem os devidos repasses, totalizando a cifra de R$ 1.036.000,00. 

Mesmo sem o repasse o hospital vem tentando prestar os serviços. 

Há cirurgias sendo feitas, e há o atendimento às sextas, sábados, domingos e feriados do Programa Saúde da Família (PSF), visto que os postos para esse tipo de atendimento são fechados nesses dias. 

Mesmo assim, a prefeitura não tem metido a mão no bolso, e tem deixado o custeio do hospital jogado à própria sorte. A população mais vulnerável também.

VEJA A NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA:___

Rômulo Rocha, do 180 Graus

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here