O município de Luzilândia, a 234 km ao Norte de Teresina, registrou chuva de granizo na tarde desta terça-feira (1). Moradores registraram o fenômeno que viralizou nas redes sociais.  Segundo o professor de Climatologia da Universidade Estadual do Piauí, Werton Costa, só na tarde de hoje a precipitação chegou a 31,6 mm. No acumulado de todo o dia, a chuva no município registrou 64 mm.

“A precipitação de granizo no estado do Piauí, ela está sempre associada a um sistema de baixa pressão em altos níveis, ou seja, um sistema de baixa pressão no limite da troposfera, que é a camada mais alta da nossa atmosfera”, explica o professor.

Segundo ele, dentro do sistema atmosférico de baixa pressão ocorre o Vcan (Vórtice Ciclônico de altos níveis), que provoca chuva nas cidades que estão em sua borda.

“É um fenômeno muito interessante. Foi o Vcan que manteve a chuva afastada de Teresina durante todos esses dias, porque ele gira no sentido horário e ele tem uma tendência a manter todas as cidades que estão dentro dele, com condição de tempo firme, e em todas as cidades que estão na borda, nos limites do Vcan, podem ocorrer trovoadas, temporais rápidos, pancadas, até com chuva de granizo”, explica.

Ainda de acordo com o professor, os Vcans aceleram o processo de convecção, ou seja, o processo de formação na nuvem. 

“Como essas nuvens se formam muito rápido, elas crescem de forma muito rápida, elas têm uma tendência a congelar sua parte superior. São as nuvens Cumulonimbus ou nuvens de temporal. Essas nuvens são formadas da parte inferior, que é líquida, e a parte superior que é sólida, então a tendência e formação de granizo é muito comum quando a atuação de Vcans”, finalizou.