O governador Wellington Dias informou na manhã desta sexta-feira (21) que a atual Maternidade Dona Evangelina Rosa será transformada em um hospital geriátrico. O anúncio foi feito durante visita às obras da nova maternidade pública do Piauí, na Avenida Presidente Kennedy, Zona Leste de Teresina.

Atualmente, a maternidade Dona Evangelina Rosa passa por reformas e foi alvo de decisão judicial que determinou conclusão das obras em 120 dias, após ação conjunta do Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual.

Contudo, o governador disse nesta manhã que considera as obras “remendos”. Segundo ele, a maternidade foi feita com base em modelos de hospitais de guerra alemães e não atende mais às necessidades de uma maternidade.

Assim, ele informou que as obras serão concluídas, mas que estudos serão feitos para adaptar o prédio para o atendimento especializado aos idosos. Segundo ele, a localização central do imóvel é um ponto positivo.

O governador disse ainda que os estudos de engenheiros e arquitetos iniciam imediatamente, mas o “hospital geriátrico” somente passará a funcionar quando as obras da nova maternidade forem concluídas. A previsão é de que isso aconteça, segundo ele, em julho de 2021.

No momento, os trabalhadores fazem a concretagem dos pilares da sétima laje da maternidade. A previsão é de que até o fim de março esse pavimento esteja finalizado.

A Nova Maternidade, depois de concluída, terá com 286 leitos, sendo 115 destinados para a terapia intensiva, com 20 unidades somente em UTI adulta, assim como 30 leitos de UTI neonatal. Além desses, 45 leitos de Cuidados Intermediários e 20 de leitos Intermediários Canguru, que é um espaço para acolhimento de mãe e bebê, permitindo que a mãe fique mais próxima do filho.