Uma testemunha, que preferiu não se identificar, procurou o Meionorte.com para relatar com exclusividade detalhes do primeiro acidente em que o motorista de um veículo modelo Hilux, que se jogou da ponte Wall Ferraz, na manhã deste sábado (21), se envolveu. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o resgate do homem ainda com vida e apenas leves escoriações. Uma pessoa que passava pela passarela da ponte presenciou o momento e ajudou de imediato, entrando também na água por pensar que fosse uma tentativa de suicídio. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e levou o homem ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). A família procurou a reportagem e informou que ele foi transferido para um outro hospital e está passando por um procedimento cirúrgico pois teve hemorragia interna.

egundo a fonte, o primeiro caso ocorreu entre a avenida Odilon Araújo com a  rua Clóvis Beviláqua, no bairro Piçarra, zona Sul de Teresina. “Primeiramente eu estava na R. do Sol, quando ouvi a pancada, logo em seguida o mesmo dobrou na rua que eu estava. A primeira batida que ele teve foi na Av. Odilon Araújo com a  rua Clóvis Beviláqua. Este carro estava parado na calçada, quando ele bateu na lateral, não tinha ninguém no carro, que deu perda total. O mesmo deu a ré (segundo o familiar do proprietário do veículo) e saiu. Ele estava ensanguentado, com airbag acionado, carro batido; não sei se ele tinha tomado algum remédio, droga ou bebida alcoólica. Só sei que o mesmo ralou mais outro carro na rua do sol. Graças a Deus o meu não estava na rua. Eu vi o exato momento em que ele saiu ralando o segundo carro. As pessoas que estavam atrás dele foram porque viram a atitude dele, de bater e tentar sair com o carro”, disse. 

Veja abaixo algumas imagens do primeiro veículo em que o motorista colidiu:

A fonte repassou um vídeo em que registra o momento da perseguição ao motorista. “Na hora que ele atingiu o ETIOS, tinham vários carros parados, quase que ele atinge o carro da minha tia. No vídeo você pode verificar o estado que o mesmo estava, quase subindo a calçada da Av. São Raimundo. Eu particularmente fiquei em choque com a situação. Depois aparentemente o trajeto que o mesmo fez foi ir rumo a ponte, onde saiu batendo o carro no canteiro. Essa foi a versão que eu presenciei, inclusive vi quando ele bateu no Etios, e ouvi o barulho quando ele bateu no primeiro carro”, explicou. 

Segundo veículo em que o motorista colidiu (Reprodução)

Veja o vídeo da perseguição: