Um sufoco. Foi o que viveu o prefeito eleito de Porto Francisco Geronço na manhã desta segunda-feira (10). Ele foi perseguido por dois motoqueiros quando se dirigia de Porto à Barras.

Professor Manim, como é conhecido, teve que parar na delegacia de Nossa Senhora dos Remédios para pedir escolta policial. “Estou temendo por minha vida. Fiquei apavorado com esta perseguição”, disse o prefeito eleito muito abalado.

A escolta policial ficou aguardando Manim no escritório de contabilidade em Barras para onde ele se dirigia ao ser perseguido para depois ser escoltado novamente até a sua cidade.

O prefeito eleito não sabe quem poderia estar lhe seguindo e disse que seria precipitado atribuir à disputa política, mas que não tem inimigos. “Em todo caso, vou tomar as minhas providências”, disse o prefeito.